Ir para o conteúdo Ir para o menu principal

Acesso à Cultura e à Informação

Para contribuir com a inclusão e autonomia de pessoas com deficiência visual, proporcionamos programas de reabilitação, educação especial, empregabilidade e acesso à informação, além da produção e distribuição de livros em braille, áudio e Daisy.

Um dos nossos principais objetivos é promover o acesso de pessoas com deficiência visual à cultura e à informação, oferecendo materiais acessíveis às suas condições de leitura e escrita, ampliando, assim, as possibilidades de interagirem com a sociedade e de trilharem um futuro mais independente, de maneira plenamente cidadã.

Por essa razão, é nosso compromisso produzir e distribuir livros e revistas acessíveis, destinados a leitores de todo o País.

Dentre os diversos formatos acessíveis, dispomos de centenas de títulos de livros falados de literatura nacional e estrangeira, dos mais variados temas, desde os clássicos até os best-sellers da atualidade. Disponíveis para crianças e adultos por meio da Biblioteca Circulante, as edições são também enviadas gratuitamente a organizações e bibliotecas de todo o Brasil, e disponibilizadas online na Dorinateca – que hoje possui mais de 4.500 títulos.

Além dos livros, também produzimos a Revista Falada, que, semanalmente, traz informações, notícias e entrevistas relacionadas às questões da deficiência.

Todas as nossas revistas e livros falados são produzidos em consonância com as necessidades das pessoas com deficiência visual. Desde a seleção dos títulos, que acontece de acordo com a solicitação dos leitores, até o cuidado com uma leitura não interpretativa, com a edição em faixas que facilite a navegabilidade e a cuidadosa descrição de imagens utilizando as técnicas da audiodescrição, além de editores braille e revisão realizada por pessoas com deficiência visual, tudo é pensado para garantir a qualidade, a compreensão e a total acessibilidade do material.

Audiodescrição

A audiodescrição é a arte de transformar aquilo que é visto no que é ouvido. Trata-se de um recurso de acessibilidade que permite que as pessoas com deficiência visual possam assistir a filmes, peças de teatro, programas de TV, exposições e musicais, ouvindo a descrição clara e objetiva de informações que compreendemos visualmente e que não estão contidas nos diálogos, como cenários, expressões faciais e corporais que comuniquem algo.

Além dos livros acessíveis, promovemos o acesso à cultura e à informação proporcionando visitas a museus, parques e bibliotecas, rodas de leitura, sessões de cinema e teatro. Todos com audiodescrição, contribuem ainda mais para aumentar o repertório de vida e reforçar o exercício da cidadania.

Leitura Inclusiva

O trabalho desenvolvido por mediadores de leitura é fundamental para garantir que os livros acessíveis enviados a bibliotecas e organizações que atendem pessoas com deficiência visual sejam, de fato, meios de acesso à informação e à cultura. Por isso, além de produzirmos livros em braille, áudio ou digitais, também fortalecemos a promoção à leitura, por meio do diálogo e articulação constante de uma Rede de Leitura Inclusiva.

A rede mobiliza e promove ações compartilhadas com organizações em todo o Brasil, visando a capilaridade, instrumentalização e empoderamento dessas organizações e seus representantes, para que a pessoa com deficiência visual tenha seu direito de acesso à informação cada vez mais garantido.